Solicitação de subsídios

Buscamos cumprir a lei e manter padrões éticos onde operamos.

O objetivo do nosso guia de sustentabilidade para fornecedores é explicar o que esperamos de nossos fornecedores e assegurar que eles irão seguir nossos padrões éticos em suas próprias operações e com seus parceiros.

Diretrizes gerais de sustentabilidade para parceiros externos

30 de maio de 2014

A P&G acredita que a forma como operamos como empresa e como indivíduos baseia-se no princípio de fazer o que é certo. Isso leva os consumidores a confiar em nós, nossos clientes e parceiros de negócios a fazer negócios conosco, nossos acionistas a investir em nós, nossos parceiros externos a nos respeitar, e os melhores talentos a se juntarem a nós para trabalhar na P&G.

Trabalhamos sempre dentro da lei e mantemos altos padrões éticos onde operamos. Buscamos ativamente relações comerciais com parceiros que compartilham nossos valores e promovem a aplicação desses altos padrões entre aqueles com quem fazem negócios.

Essas Diretrizes de Sustentabilidade para Parceiros Externos explicam os padrões globais a serem seguidos em suas atividades diárias em nome da P&G. Esperamos que nossos parceiros de negócios externos e seus fornecedores compartilhem o compromisso da P&G com esses padrões. A P&G reserva-se o direito de conduzir auditorias para garantir o cumprimento dessas diretrizes e também de interromper qualquer relacionamento se o parceiro externo violar, não corrigir ou apresentar um padrão de violar essas diretrizes.

Conformidade legal

Parceiros de negócios externos devem seguir a lei em todos os momentos. Parceiros de negócios externos e seus funcionários devem garantir que entendem como esses padrões e leis se aplicam ao seu trabalho em nome da P&G. Nenhum parceiro de negócios externo tem autoridade para exigir ou solicitar que qualquer de seus funcionários, ou qualquer outra pessoa, viole essas normas ou qualquer lei ou regulamento.

 

Direitos Humanos

A P&G respeita os direitos humanos internacionalmente reconhecidos, conforme definido pela Declaração Universal dos Direitos Humanos e Pactos Associados, e Declaração da Organização Internacional do Trabalho (OIT) sobre os Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho. Esperamos que nossos parceiros de negócios externos respeitem esses direitos humanos internacionalmente reconhecidos. Em nossas decisões de negócios, continuaremos a atribuir valor substancial a parceiros de negócios externos existentes e potenciais que respeitem consistentemente esses direitos humanos. Nosso compromisso com os direitos humanos estão detalhados em nossa Declaração de Políticas de Direitos Humanos e Políticas & Declarações Sociais.

Trabalho infantil.

Os parceiros de negócios externos da P&G não irão utilizar trabalho infantil. O termo infantil refere-se a pessoas menores de 15 anos (ou 14 onde a lei permitir) ou, se maiores, a idade mínima legal local para emprego ou para concluir o ensino fundamental. A P&G proíbe registrar jovens trabalhadores (ou seja, menores de 18 anos, ou conforme definido pela lei local) para trabalho perigoso com base nos limites de idade e tipos de trabalho (por exemplo, trabalho noturno) definidos pela lei local.

 

Trabalho Forçado, Tráfico Humano e Elegibilidade Laboral

O emprego deve ser voluntário e de livre escolha. Parceiros de negócios externos, incluindo agências de recrutamento, devem verificar a elegibilidade legal de trabalho dos funcionários. Parceiros de negócios externos, incluindo agências de recrutamento, não devem utilizar trabalho prisional, forçado, escravo, tráfico humano ou escravidão moderna. Parceiros de negócios externos nunca devem utilizar punições corporais ou quaisquer outras formas de coerção mental e/ou física. Funcionários de parceiros de negócios externos não devem ser obrigados a apresentar depósitos ou documentos pessoais, ou pagar taxas de recrutamento, e devem ser livres para deixar o emprego após aviso razoável. A P&G espera que essas agências de recrutamento que trabalham para a P&G treinem seus funcionários designados para a conta da P&G para garantir que eles entendam essas exigências.

 

Salários e Horas

Parceiros de negócios externos devem cumprir todas as leis aplicáveis sobre salários e horas, incluindo salário mínimo, hora-extra, limite de horas máximas, período de refeições e descanso e fornecer os benefícios obrigatórios por lei. Se os padrões da indústria local excederem os requisitos legais aplicáveis, os parceiros de negócios externos são incentivados a fornecer salários que atendam os padrões mais elevados da indústria local.

Coerção, assédio e disciplina.

A P&G espera que seus parceiros de negócios externos tratem seus funcionários com dignidade e respeito. Parceiros de negócios externos devem ter sistemas implementados para prevenir, detectar e resolver tratamentos inaceitáveis aos trabalhadores, tal como assédio, uso inapropriado de disciplina, discriminação, punição física ou mental, ou outras formas de intimidação ou abuso (por exemplo, abuso físico, ameaça de abuso, assédio sexual ou qualquer tipo de assédio, abuso verbal, punições físicas, ou quaisquer forma de coerção física e/ou mental como forma de disciplina).

 

Discriminação

Discriminação baseada em raça, cor, gênero, idade, nacionalidade, religião, orientação sexual, identidade de gênero e expressão, estado civil, cidadania, deficiência, status de veterano, problema de saúde (por exemplo, portador do vírus HIV/AIDS, gravidez, etc.) ou qualquer outro fator protegido por lei não será tolerado. Parceiros de negócios externos não devem discriminar em suas práticas de recrutamento e seleção, e planos de carreira (por exemplo, promoção/salário) e devem seguir todas as leis trabalhistas. As decisões de contratação devem ser baseadas em mérito, habilidades e experiência de trabalho.

 

Saúde & Segurança

Parceiros de negócios externos devem cumprir todas as leis, regras, regulamentos e normas da indústria em matéria de saúde e segurança. Esperamos que nossos parceiros de negócios externos estejam comprometidos e apoiem melhorias para a saúde e segurança de suas operações, funcionários e comunidade local. Nossos parceiros de negócios externos devem tomar todas as medidas razoáveis e necessárias para a prevenção de acidentes e lesões, analisar e minimizar a exposição aos riscos de saúde e segurança, proteger seus ativos físicos, garantir a continuidade dos negócios e gerar confiança pública. Em caso de alguma dúvida referente aos padrões da indústria para ingredientes chave, contate seu representante de compras da P&G.

Sustentabilidade ambiental.

Parceiros de negócios externos devem cumprir todas as leis, regras e regulamentos ambientais aplicáveis. A P&G reconhece que devemos ser responsáveis pela gestão ambiental e pelo uso de recursos com sabedoria. Nos esforçamos para ser socialmente responsáveis no uso dos recursos da Companhia para o benefício da sociedade no longo prazo. Nosso compromisso com a sustentabilidade ambiental é fundamentado em nossas Políticas & Declarações Ambientais. Parceiros de negócios externos devem compartilhar os comprometimentos da P&G e maximizar o valor e a qualidade de seus produtos utilizando recursos com responsabilidade, preservando o meio-ambiente e reduzindo o impacto ambiental em suas operações. A P&G identificará e notificará parceiros de negócios externos que deverão utilizar enviar seus scorecards ou outra ferramenta on-line equivalente para acompanhamento de melhorias em suas métricas de sustentabilidade ambiental. Todos os outros parceiros de negócios externos são encorajados a utilizar o scorecard para uso interno, se necessário. Clique aqui para mas informações e materiais de treinamento sobre o Scorecard de Sustentabilidade Ambiental da Cadeia de Abastecimento.

 

Liberdade de Associação e Barganha Coletiva

Parceiros de negócios externos devem respeitar os direitos de seus funcionários de escolher se unir ou não ao sindicato ou ter um representante trabalhista reconhecido, de acordo com a lei local. Parceiros de negócios externos devem manter diálogos construtivos e negociar de boa-fé com tais representantes. Parceiros de negócios externos não devem assediar, discriminar ou de alguma forma penalizar funcionários, representantes trabalhistas ou membros de sindicatos em função de seu interesse e/ou adesão ou filiação a um sindicato ou sua atividade sindical legítima, de acordo com as leis trabalhistas internacionais.

Mais